sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Quais as vantagens do cultivo sem solo?


A hidroponia NFT, conhecida popularmente como cultivo "na água", é sem dúvida a forma mais conhecida de cultivo sem solo, mas não é a única. Cultivo em substrato, plantio em fibra de coco no vaso, plantio na areia, cultivo em slabs ou travesseiros, floating, aeroponia, são todos diferentes tipos de cultivo sem solo. O que há de comum entre essas práticas é que não se utiliza o solo e a nutrição é feita através da água de irrigação, uma solução nutritiva contendo os doze nutrientes minerais exigidos por todas as plantas cultivadas (nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, ferro, boro, zinco, cobre, manganês e molibdênio).

Mas quais as vantagens do cultivo sem solo em relação ao cultivo convencional em solo? São várias as vantagens, mas as principais são as seguintes:
  • Melhor controle do crescimento das plantas;
  • substratos e estruturas livres de doenças ou fáceis de esterilizar;
  • melhor controle da nutrição das plantas;
  • maior eficiência no uso da água;
  • maior produtividade.

A condutividade elétrica da solução do solo é geralmente mais alta do que a condutividade elétrica da água de irrigação. Isso se deve à dificuldade em se lixiviar os nutrientes do solo (já que as argilas retêm boa parte deles) e ainda a características físicas como a tortuosidade e a estreiteza dos poros do solo. Por outro lado, a maior parte dos substratos utilizados no cultivo sem solo permite uma rápida lixiviação e um melhor controle da condutividade elétrica da solução nutritiva. Assim, a condutividade elétrica da zona das raízes no cultivo em substrato pode ser mais baixa e facilmente controlável do que no solo, sob condições de irrigação semelhantes, diminuindo muito o risco por problemas de salinização.

No cultivo em solo sob cultivo protegido, há uma resistência (e muitas vezes falta de opções) por parte dos agricultores em estabelecer sistemas de rotação de culturas. Dessa forma, corre-se o risco de acúmulo de doenças de solo. As condições de cultivo protegido favorecem alguns patógenos fúngicos, bacterianos e os nematóides-das-galhas (espécies do gênero Meloidogyne). No caso do cultivo em substrato o manejo dessas doenças fica mais facilitado. Apenas a troca periódica do substrato usado já pode eliminar uma grande parte desses problemas. Alguns produtores preferem não repetir o uso do mesmo substrato por mais de um cultivo, entre outras coisas visando evitar o aparecimento de doenças.

De <https://www.linkedin.com/pulse/quais-vantagens-de-se-plantar-sem-solo-italo-m-r-guedes/>

Nenhum comentário:

Postar um comentário